Buscar
  • Andréa Benthien

5 dicas para projetar espaços infantis

Atualizado: Out 5



Com o Dia das Crianças se aproximando, esse pode ser o momento certo para tirar aquela repaginação do quarto do seu filho do papel. Este é o ambiente em que os pequenos passam a maior parte de seu tempo, por isso, nada melhor do que deixá-lo aconchegante, divertido e com a personalidade deles. Veja a seguir 5 dicas que preparamos para não errar na hora de repensar o formato:


1 – Atenção aos gostos dos pequenos



Antes de mais nada, é fundamental reparar nos gostos de seu filho. Nas brincadeiras que ele mais gosta, nos desenhos que ele mais assiste, nos personagens com quem ele mais se identifica, etc. Atentar-se na fase pela qual ele está passando também é fundamental. Tudo isso definirá as melhores combinações de móveis, cores, decorações e deixará o quarto confortável, estimulante e divertido por muito mais tempo.


2 – Papel de parede


Para trazer cor, personalidade e vida, os papéis de parede se tornam quase indispensáveis na hora de reestruturar um ambiente infantil. Com uma infinidade de modelos, eles podem agregar muito ao visual e ludicidade do quarto, trazendo estampas, figuras abstratas, listras, animais, desenhos animados e muito mais. Além, é claro, da praticidade que o material apresenta, tanto na aplicação, quanto na facilidade na hora da troca.


3 – Nichos, prateleiras ou armários abertos



Em um ambiente infantil, investir em prateleiras, nichos e armários abertos é uma excelente opção para utilizar os brinquedos de seu filho como decoração. Com isso, você conseguirá deixar ursinhos, bonecos, carrinhos, tudo o que ele gosta à mostra, otimizando espaço de forma organizada.


4 – Cores e tecidos com diferentes padrões



Esta dica se faz pertinente tanto para a decoração, quanto para a experiência de seu filho dentro de seu próprio ambiente. Isso porque a combinação de cores e texturas é um dos grandes responsáveis pelas sensações de conforto e aconchego dentro do quarto dos pequenos. Por isso, invista em peças com tonalidades, estampas e toques diferenciados, mas que se complementam entre si. Múltiplos tons da mesma cor, por exemplo, podem estar presentes na cortina, no tapete e na roupa de cama, deixando tudo mais harmônico. Além disso, a tapeçaria, as almofadas, os pufes e as mantas, agregam na sensação de reconhecimento e vínculo que seu filho cria com o próprio quarto, por isso, preste atenção aos estímulos presentes.


5 – Segurança



Além de bonito, prático e divertido, o quarto dos baixinhos também deve ser um local seguro. Por isso, para os mais novos, investir em telas nas janelas e protetores de quinas, tomadas e portas, se torna indispensável. Para os mais crescidinhos, além das já citadas anteriormente, o piso revestido com materiais macios - como tapetes ou tatames - também se faz fundamental para evitar quedas durante danças e brincadeiras de muito movimento.


E então, gostou das nossas dicas? Já sabe como irá surpreender seu filho no Dia das Crianças? Caso você precise de ajuda, entre em contato conosco, seu filho vai adorar seu novo ambiente!

4 visualizações0 comentário